SISTEMAS DE SEGURANÇA

 

A entrada ilícita nos domicílios, seja por arrombamento ou chave falsa, é uma das formas mais comuns de concretizar os crimes contra património. 

Independentemente do nível de risco de cada área em concreto, não se pode prever quando ou em que lugar irá ocorrer uma intrusão desse tipo. 

Deixamos-lhe algumas recomendações para que possa tomar consciência do problema e avaliar melhor a sua segurança, quando pedir aconselhamento profissional. 

Um dos elementos mais dissuasores dos intrusos que pretendem roubar uma habitação ou empresa é a presença de sistemas de alarme ligados a uma Central de Segurança 24h profissional e autorizada pelo MAI. As placas e autocolantes no exterior da habitação ou empresa demonstram que o local está protegido.

Os intrusos sabem que qualquer tentativa de intrusão num imóvel com sistema de alarme ligado a uma Central de Segurança 24h se traduzirá no imediato aviso às forças de segurança; por isso, a presença destes sistemas monitorizados é o primeiro meio de impedir o roubo.

É um conjunto de equipamentos que serve para detetar a intrusão num determinado espaço protegido. A variedade de sistemas de alarme que existe no mercado é muito extensa, desde os mais básicos até aos mais sofisticados que integram as últimas tecnologias e permitem múltiplas possibilidades.

Um sistema de alarme simples é composto por uma central, detetores, teclado e sirene. Este equipamento deve estar ligado a uma Central de Segurança 24h e com monitorização permanente. Segundo os especialistas, esta opção é a mais eficiente.

Sistema de alarme sem ligação a Central de Segurança 24h: O particular e/ou os vizinhos apercebem-se do sinal de alarme.

Sistema de segurança ligado a uma Central de Segurança 24h: Se o sistema deteta uma intrusão numa habitação ou empresa, o sinal chega imediatamente à Central de Segurança 24h que contacta o proprietário do imóvel. No caso de se tratar de um alarme real, o operador da Central de Segurança 24h chama de imediato as autoridades competentes e envia para o local um piquete de segurança.

 

A videovigilância é um sistema de segurança que permite visualizar as imagens do que está a acontecer no local protegido. Um sistema que se adequa a grande empresas, PMEs, comércio,condomínios e residências.

Vantagens videovigilância:

- Reduzir os riscos físicos para o pessoal.
- Dissuadir o potencial atacante pelo fato de se sentir vigiado.
- Verificar no momento a causa de um alarme.
- Identificar o intruso.
- Reduzir a possibilidade de pessoas não autorizadas acederem
a informações confidenciais.

Elementos que compõem a videovigilância:

- Câmaras de diferentes tipos, segundo a necessidade: noturnas/diurnas, internas/externas, de iluminação e de deteção por infravermelhos para zonas especialmente inseguras.
- Monitores para visualizar as imagens.
- Aparelhos de gravação de imagem.
- Videosensores que permitem determinar se ocorreu algum movimento numa determinada parte da imagem. 

A videovigilância com ligação à internet é um novo conceito de segurança que utiliza câmaras digitais ligadas à internet, permitindo visualizar em tempo real e a partir de qualquer local, tudo o que acontece na sua casa ou empresa.


Elementos que compõem a videovigilância com ligação à internet:

- Uma ou mais câmaras digitais.
- Ligação de banda larga à internet (inclui router).

Vantagens videovigilância com ligação à internet

- O sistema está ligado às câmaras IP e à Central de Segurança 24h, o que permite confirmar, de imediato quando dispara um alarme, se este é falso ou se é verdadeiro.
- Identificação do intruso.
- O utilizador pode aceder às câmaras através da internet para ver o que está a acontecer no local vigiado, em tempo real, o que permite, por exemplo, a supervisão de tarefas, o acompanhamento de idosos ou crianças, etc.
- Sistema de fácil instalação e utilização, testado tecnicamente pela empresa de segurança.

É um conjunto de sistemas de deteção eletrónica concebido para proteger tanto espaços exteriores como interiores. A vantagem que oferece é que deteta, dissuade e trava o intruso mais cedo do que outros sistemas.

Os sinais que o sistema capta são gerados pela escalada, tentativas de corte, pancadas em vedações ou, simplesmente, por passos na área protegida pelo detetor.

Os sistemas interiores e exteriores são complementares. Quando se ativa um sistema interior é porque o intruso já está no interior do local protegido. Um sistema de segurança perimetral ativado permite desfrutar de total confiança e liberdade no interior da zona protegida, visto que, ao disparar um sinal de alarme, existe um lapso de tempo que é essencial para tomar decisões e atuar.

A Segurança Perimetral é recomendável quando existe um espaço entre a rua e o lugar que se pretende proteger. Por exemplo:

- Moradias com jardim ou pátio.
- Habitações com acessos por terraços.
- Propriedades privadas rodeadas de espaços abertos.
- Recintos vedados.
- Empresas em geral.
- Armazéns/espaços comerciais.

Tipos de detetores de Segurança Perimetral:

- Detetores de quebra de vidros.
- Detetores de movimento para o exterior.
- Detetores magnéticos de abertura (para janelas e portas).
- Barreiras de infravermelhos para exterior, de longo e curto alcance.
- Videovigilância.

Os alarmes técnicos encarregam-se de detetar qualquer erro de funcionamento, acidente ou mau uso involuntário dos sistemas elétricos, fugas de água ou de gás, fumos ou incêndios, entre outros. Os sistemas que permitem a deteção de fumo, incêndio, inundação ou gases tóxicos, designam-se por alarmes técnicos. 

Tipos de aviso transmitidos pelos Alarmes Técnicos

Alarme Técnico Local
deteta problemas técnicos ou acidentes e é ativado através de sirenes, campainhas, luzes ou mensagens de voz.

Alarme Técnico Remoto
Informa da existência de qualquer incidente por telemóvel ou correio eletrónico e avisa também a Central de Segurança 24h.

A rápida deteção de uma situação de incêndio é crucial para o aumento da eficácia do seu combate e extinção, principalmente de forma a minimizar os riscos humanos e materiais.

Na eventualidade do sistema detetar fumo, através de um sensor ótico, é imediatamente enviado um sinal à Central de Segurança 24h, que entra em contacto com o proprietário para que este possa indicar a ação a seguir, como chamar os bombeiros ou enviar um piquete de segurança.

 

Entre os vários perigos a que as habitações estão sujeitas, a inundação é um dos que pode provocar estragos materiais significativos.
Para evitar estas situações, existem equipamentos que permitem detetar as inundações, ainda no seu início. Caso o sistema esteja ligado a uma Central de Segurança 24h, o sinal de inundação é recebido e comunicado imediatamente ao proprietário, que assim pode decidir a ação a tomar.

 

Apesar das melhorias constantes no sentido de tornar o uso doméstico de gases combustíveis mais seguro, estes ainda envolvem alguns riscos reais, especialmente quando falamos de fugas. 

De intoxicações a explosões, os perigos inerentes aos gases natural, butano e metano podem ser controlados através de detetores de gás. Em caso de deteção de gás num sistema com ligação a uma Central de Segurança 24h, é enviado diretamente um sinal para a Central de Segurança 24h, que imediatamente comunica com o proprietário informando a situação e, de seguida, age em conformidade enviando o piquete de segurança e chamando as autoridades.

Termo utilizado para descrever o conjunto de sistemas que interligam as diferentes divisões de uma habitação.

Um sistema domótico permite:

- Abrir e fechar portas, janelas e persianas.
- Pôr os eletrodomésticos em funcionamento.
- Simular a presença dos proprietários, por exemplo, iluminando
o espaço no horário habitual.
- Gerir a energia que se consome de uma forma inteligente,
evitando um gasto maior.
- Integrar o sistema de segurança e o sistema domótico e ligá-los
a uma Central Recetora de Alarmes.
- Desfrutar de uma segurança pessoal especialmente destinada a
pessoas idosas, serviços S.O.S e ligação a hospitais.

O sistema domótico também se pode ligar aos sistemas multimédia, o que permite conjugar a utilidade destes aparelhos com lazer e entretenimento:

- Áudio/Vídeo
- Cinema em casa
- Jogos em rede
- Televisão interativa e vídeos